Livros, bichos e plantas

Herbívora recebe a primeira escritora convidada! Minha amiga Fabiane Secches preparou para nós uma lista de leituras sobre receitas e alimentação vegetariana:

Livros, bichos e plantas são três dos meus assuntos preferidos. Aqui, juntei tudo em um só texto, que traz uma pequena lista com livros de receitas para quem está começando a experimentar na cozinha ou quer ampliar o repertório. Esses livros mostram que uma alimentação à base de plantas pode ser saborosa e completa.

Comer com alegria, mas de maneira ética, é um ato político. O que chega ao prato percorre antes um longo trajeto que tem implicações sociais, ambientais, econômicas. A melhor parte da história é descobrir que aquilo que começa como restrição acaba por nos revelar um universo inteiro de novas possibilidades.

pancsPlantas Alimentícias Não Convencionais (PANCs) do Brasil
Resultado de dez anos de trabalho dos autores Valdely Kinupp e Harri Lorenzi, dois dos maiores estudiosos de plantas no Brasil. Funciona como uma enciclopédia de plantas nativas e exóticas (ou seja, espontâneas e cultivadas no Brasil), com características morfológicas (importantes para identificação botânica), informações sobre uso geral e culinário (com referências bibliográficas e ilustradas). São mais de 350 plantas e 1500 receitas no total. Adoro ser surpreendida com novos sabores e prefiro comer alimentos frescos e locais, então encontro nesse apanhado uma diversidade impressionante. Quem gosta de PANCs, recomendo também o blog Come-se, de Neide Rigo, colunista do Estadão. Embora Neide não seja vegetariana, aprendo muito sobre PANCs com ela.

Cover Keep it Vegan V3 BRA.inddCulinária Vegana
O livro da irlandesa Áine Carlin traz mais de 100 receitas veganas para diferentes ocasiões. Foi publicado em português pela Publifolha, com tradução de Aurea Akemi Arata. Na introdução, a autora conta um pouco sobre sua história pessoal e seu percurso no veganismo. Depois, fala sobre benefícios e saúde para o corpo. Em seguida, faz algo muito útil para quem está começando: uma lista de ingredientes básicos, que pode ajudar nas compras. Gosto da divisão das receitas por momentos: café da manhã, refeições principais, ocasiões especiais. Tem também acompanhamentos, molhos e “doces deleites”. Algumas das minhas receitas favoritas: torta de cebola com aspargo e ervilha, chilli de feijão preto e hambúrguer de cogumelo portobello. As fotos são de Ali Allen.
Acompanhe o blog da Áine (em inglês): peasoupeats.com

astridA Cozinha Vegetariana de Astrid Pfeiffer
A publicação da editora Alaúde traz receitas vegetarianas (estritas) da nutricionista Astrid Pfeiffer, que vive e trabalha em Curitiba. Astrid é pós-graduada em nutrição clínica funcional, terapeuta aiurvédica e especialista em nutrição aiurvédica também pela Internacional Academy of Ayurveda. Gosto muito desse livro porque ele traz uma introdução importante, que inclui a nutrição do vegetariano (onde Astrid fala sobre proteína, ferro, cálcio, ômega-3 e vitamina B12), e dicas de como ler/utilizar o conteúdo. Tem também um quadro muito útil sobre necessidade diária de ingestão de nutrientes, discriminando fontes alimentares. Depois, as receitas: são patês, sopas, saladas, pratos principais, lanches, sobremesas, sucos e chás. Entre as minhas preferidas estão os molhos para saladas, que são realmente saborosos (como o molho de tofu com shoyu e o de gergelim com missô e azeite de oliva) e fazem diferença no prato, a moqueca de banana, o hambúrguer de grão de bico e as almôndegas de nozes, além das sopas. As fotos são de Tomaz Vello.
Site da Astrid: astridpfeiffer.com.br

queijos veganosQueijos Veganos
Mais uma ótima publicação da Editora Alaúde. As receitas e as fotografias são da francesa Marie Laforêt (tradução de Eric Heneault). Marie é fotógrafa e, desde 2009, mantém um blog de receitas veganas que se tornou referência na França. Quem melhor do que os franceses para ensinar sobre queijos? O livro tem uma ótima introdução que passa pela origem da palavra queijo e faz alguns esclarecimentos sobre os queijos veganos caseiros. Logo em seguida, um capítulo sobre os ingredientes básicos. Adoro essas receitas porque Marie privilegia os queijos de castanhas (oleaginosas), como de castanha de caju, amêndoa, macadâmia e gergelim. Na minha opinião, são os melhores. Depois, traz um capítulo apenas sobre textura (sim!), outro sobre temperos e processo de fermentação. A conversa é séria, como podem ver. Marie também fala sobre técnicas e materiais. Entre as receitas, traz grandes clássicos em versão vegana, como mozarela de bola, feta, cheddar, boursin e gouda. Também tem um capítulo só para queijos fermentados, que são mais fortes e os meus favoritos. Ainda tem receita de fondue, molhos e pastas. É um pequeno tesouro.
Acompanhe o blog da Marie (em francês): 100-vegetal.com

A editora Alaúde também outras publicações sobre receitas veganas: Vegano Sem Frescura, de Matt Holloway e Michelle Davis, Vegano? Por Que Não?, de  Kristy Turner, e 50 Doces Veganos, de Katia Cardoso.


Fabiane Secches escreve sobre literatura, cinema, cultura e psicanálise. Acompanhe seus textos aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*