Minha casa na Guarda

Um dia eu fiz uma coisa certa: construí uma casa.

guarda

Pra falar bem a verdade, na hora não pareceu muito certo.
Cheguei a chamar a casa de “monumento ao erro”.

guarda

Os anos foram passando e eu tive sentimentos diversos e contraditórios. Uma hora queria vender, outra hora parecia que eu estava no céu quando chegava na casa e eu não conseguia me conter de felicidade.

guarda

De uns tempos pra cá decidi: é bom. É aqui. Essa casa me acolhe.
Isso é um reflexo do que comecei a sentir e achar da minha vida, do meu caminho, das minhas escolhas: eu tô em casa dentro de mim. Eu me acolho.

guarda

Na casa da Guarda eu encontro amigos animais. Sempre tem um cachorro ou dois, um gato, que vêm me visitar e me dar carinho, apoio, companhia.

guarda

Sou muito sortuda. Só aparece gente legal pra ficar na casa – como esses queridos
que deixaram esse desenhinho pra mim <3

guarda

Esse é o rio que tem que atravessar pra chegar em uma das praias.

guarda

Esse é o nascer do sol de um dia lindo que vi na varanda.

guarda

Essa é a janela pro verde.

guarda

Esse é o clima do bairro.

vacas

Essas são as amigas que encontro (e alimento) no caminho para a praia.

A casa fica entre a praia da Pinheira e a Guarda do Embaú, em Santa Catarina.

Te convido pra ver as fotos no Airbnb. Da casa grande e do estúdio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*