O caminho da Casa da Guarda

Imagina um lugar que não muda há décadas. Que permanece da mesma maneira que eu o conheci, lá nos anos 80. É nesse lugar que caminho para ir da minha casa, na Guarda do Embaú, à praia – e voltar.

 

Esse lugar fica entre as praias da Guarda do Embaú e Pinheira, no município de Palhoça, em Santa Catarina. O caminho para a praia é uma trilha que atravessa um pasto e segue contornando o morro até chegar no centrinho da Guarda. Não entra carro, não tem rua – só a trilha mesmo. São poucas casas no caminho.

 

Só tem a restinga, as árvores, arbustos e flores da restinga. Os insetos e animais. A suave trilha dos humanos, a pontezinha de madeira, o caminho de pedras, a cerca, a parte em que o mato cede lugar à areia. Olho pro morro e penso em quanto tempo mais esse verde todo vai resistir. Talvez até o fim da minha vida, penso. Pelo menos mais 50 anos ele vai – eu acho. Ou mais, com sorte.

___

Gostou? Veja mais posts sobre plantas e hortas.

Siga Herbívora no Facebook.

E no HerbivoraTube.

Quer ficar sabendo das novidades? Assine a newsletter.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*